segunda-feira, 28 de julho de 2008

Andreia

Deriva do grego “andréas” que significa viril, corajoso. Estamos face a uma pessoa inteligente, sólida e equilibrada. Optimista por natureza, esta faceta fortalece-lhe o espírito, que é de natureza afável e delicada. É um ser frequentemente dotado para as artes e de cariz contemplativo. Evidencia-se em determinadas situações, alguma dificuldade em fazer escolhas, mas quando o faz assume-o e dedica-se. É um ser humano completo, íntegro e civilizado.



Ouvir uma coisa destas até faz bem à alma :D:D

Um comentário:

Pedro Cruz disse...

Pedro o “Puto”

Isso dos gregos é blá blá quem melhor do que nós para sabermos aquilo que realmente somos?
Nasci na Cova e Gala, Freguesia de São Pedro, Figueira da Foz. Vivo na Cova-Gala. Que me lembre, desde a Escola Primária, que sempre lutei por causas perdidas.
Já fiz mais coisas, claro.
Deixei por opção própria de ter conta no hi5 há cerca de um ano e ainda não consegui acertar no euromilhões nem no totoloto. O ano passado desisti de jogar no totobola. Ainda gostava de ter talento para vir a ser artista de variedades e claro conhecer a Joana Duarte.
Outra coisa que me passa completamente á margem são as “más-línguas”, isto é, falarem mal de mim, até gosto, confesso. Faz-me pensar e claro, sentir que estou vivo.
A minha mãe quando era “puto”, coisa que continuo a ser, dava-me bananas, pois dizia que fazia crescer. Hoje, olho para trás, e dou-lhe razão, na verdade para ser grande tenho mesmo de comer bananas, não as bananas que outrora comia mas sim “os bananas” que deambulam por ai…
Sou um “puto” como tantos outros. O lado esquerdo do peito tudo me diz, hoje, respiro fundo, sonhei, fotografei, vi o mar, olho para trás e afirmo - Sou feliz!..
Boa sorte para o futuro Andreia.
Sem stress